Postagem em destaque

Garoto Welison recebe camisa do Botafogo

"Dia 8 de dezembro,  o nosso Welison recebeu e vestiu a camisa do Glorioso. Os jogadores fizeram questão de autografá-la quando soubera...

Menu

Frase e citação de hoje:

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Contadora de Histórias Adriana Barbosa Pereira leva alegria a Creche Marieta Navarro Gayo

Adriana Barbosa Pereira mostra sua arte,  imaginário e contagia crianças e adultos

Foto divulgação acervo CMP


Por (Eni)

A voluntária  Adriana Barbosa Pereira esteve na Creche Marieta Navarro Gayo e mostrou todo o seu talento contando histórias para os nossos pequenos que lá se encontravam. Os adultos também participaram, é claro.

Adriana Barbosa Pereira é uma contadora de histórias, que na prática de contar histórias permite a intercomunicação das partes, do contador e do ouvinte.  Se permitir voltar a ser criança.
Trata-se de uma especialista em contar histórias para crianças.
Para ser um bom contador de histórias e preciso ter técnicas que ajudam bastante a envolver o ouvinte e manter sua atenção, mas as histórias contadas de improviso sempre rendem as maiores surpresas. É uma figura ancestral, presente no imaginário de inúmeras gerações ao longo da História. Transmite às crianças, através das narrativas de histórias, ‘causos’, mitos, lendas, entre outras, uma imagem menos apavorante de uma realidade então povoada pelo desconhecido.
É imprescindível para a formação dos pequeninos ouvir muitas histórias, aguça e  possibilita o aflorar do imaginário infantil, a criar novas idéias, estimula o intelecto, o descobrir o mundo, o sentir emoções, desenvolvendo assim, todo o potencial da criança, levando-a a pensar, questionar, duvidar e perguntar.
É uma verdadeira  interação   entre a nossa protagonista, os pequeninos e o  faz de contas!.
“Agradecemos a oportuna presença de Adriana Barbosa Pereira e que volte em muito breve. Espero que este ato de solidariedade, dedicação e amor para com a criançada sejam seguidas por outros profissionais do gênero e compartilhem uma literatura ou uma outra forma de arte tão imprescindível para a formação destes pequeninos servos de Deus.  Este gesto é um verdadeiro presente de Natal,”   diz o Diretor Financeiro Júlio Moreira  
Uma historinha para você curtir:
Dê para receber 

O Fator Aladim 

Jack Canfield e Mark Victor Hansen 
Ediouro 

Existe uma lenda chinesa que ilustra perfeitamente a necessidade de dar antes de receber. 


Um mendigo vivia em uma rua de uma cidade chinesa e segurava uma caneca o dia inteiro, pedindo arroz ou qualquer outra coisa que os passantes tivessem para dar. 


Um dia, o mendigo viu um grande cortejo descendo a rua, liderado pelo imperador em seu imponente riquixá, entregando presentes aos seus súditos. O mendigo se encheu de felicidade. “Chegou a minha grande oportunidade”, pensou Woo. “Dessa vez receberei um presente valioso”, e dançou com alegria. 


Quando o imperador chegou perto dele, Woo exibiu sua caneca com grande determinação, mas em lugar de receber o esperado presente do imperador, sua Majestade pediu a Woo um presente. 


O pobre Woo ficou extremamente desapontado e envergonhado; pegou os dois menores grãos de arroz que conseguiu encontrar em sua caneca e, muito a contragosto, entregou-os ao imperador, que depois foi embora. 


Durante todo o dia, Woo reclamou e resmungou. Censurou o imperador, culpou Buda, tratou mal os que se dirigiam a ele; e poucas pessoas pararam para lhe falar ou colocar grãos de arroz em sua caneca. 


Nessa noite, quando chegou à sua pobre cabana e derramou seu escasso suprimento de arroz, Woo encontrou duas pepitas de ouro do tamanho exato dos grãos de arroz que tinha dado ao imperador. 

Postagens populares

Arquivo do blog

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...